arbitragem bitcoin

Arbitragem de Bitcoin: entenda a rentabilidade do Atlas Quantum

Arbitragem no mercado financeiro se refere a operação de compra e venda de um mesmo ativo, em diferentes mercados ou corretoras, buscando lucrar com a discrepância dos preços. Neste artigo, explicaremos o que é a arbitragem financeira, exemplos de arbitragem, se a arbitragem de Bitcoin vale a pena, quais modalidades de arbitragem existem, quais as vantagens de investir em uma plataforma de arbitragem, como funciona e quais as vantagens de investir na plataforma de arbitragem do Atlas e muito mais. Vamos lá?

1. O que é Arbitragem Financeira?

A arbitragem é uma estratégia de investimento utilizada no mercado financeiro para obter ganhos a partir da oscilação de preço de um ativo. Os investidores realizam operações de compra e venda de um mesmo ativo, em diferentes mercados, lucrando com a diferença de preço.

O mercado financeiro é composto basicamente por duas classes de investimentos que desdobram-se em inúmeras modalidades: renda fixa e renda variável. Entre as opções de renda variável estão as ações, títulos, debêntures, contratos futuros e as criptomoedas (como o Bitcoin). O investimentos em renda variável é marcado por riscos, mas também por lucros agressivos.

O processo de arbitragem financeira é teoricamente simples. O investidor estuda o mercado, identifica uma oportunidade de negociação em dois mercado, faz uma compra em uma bolsa cuja cotação está mais baixa e a vende em uma bolsa cuja cotação está maior. A diferença entre esses preços é responsável pelo lucro da operação.

Entender a arbitragem perpassa uma premissa que nem sempre é tão óbvia: o “erro de precificação”. Apesar dos mercados financeiros serem formados a partir da oferta e da demanda por determinados ativos, essa relação não é perfeita e existiram gaps na formação dos preços.

Uma observação importante: a chance de arbitragem é fluida. Imagine que no Brasil um celular seja vendido por R$ 800, enquanto que no Paraguai o mesmo celular é vendido por R$ 500. Considerando uma situação ideal de livre fluxo de mercadores entre fronteiras, você pode arbitrar com esse produto.

Com o tempo, entretanto, novos player tendem a identificar a mesma oportunidade que você viu e ingressar no mercado. O processo dessa arbitragem terá como resultado: aumento da demanda pelo celular no Paraguai e aumento da oferta no Brasil. Com isso, o preço do Paraguai tende a aumentar e no Brasil, o preço tende a diminuir.

Em resumo, o conceito de arbitragem é a utilização de estratégias no mercado financeiro para gerar ganhos com a variação de preços de um ativo em diferentes mercados.

1.1 Exemplos de Arbitragem

Para ilustrar a arbitragem, pense na seguinte situação: você decidiu de última hora que quer ir em um show e os ingressos já estão esgotados. Você vai buscar àqueles que já compraram e estão dispostos a vendê-los. Neste momento, você identifica vendedores desesperados vendendo o ingresso por R$ 100 e compradores – igualmente desesperados- dispostos a pagar R$ 200 pelo mesmo ingresso.

A arbitragem consiste em aproveitar essa diferença de preço – causada pela ansiedade, falta de informações e diferença de expectativa dos negociantes- e lucrar . Você compra dois ingressos por R$ 100 e vende um deles por R$ 200. Com isso, você paga o seu próprio ingresso e vai aproveitar o show “de graça”, por ter sido capaz de identificar boas oportunidades de arbitragem.

O exemplo, apesar de hipotético, ilustra uma questão muito interessante no mercado financeiro de câmbio: compradores e vendedores normalmente têm diferentes percepções sobre o mercado e estão dispostos a comprar e vender por diferentes preços e motivos. Identificar essa oportunidade é identificar uma chance de arbitragem, realizando lucros sem correr grandes riscos.

A arbitragem é normalmente feita no mercado à vista e no mercado futuro. Porém, como o mercado de criptomoedas é ainda novo e muito volátil, o Bitcoin dá ainda mais oportunidades de lucro com arbitragem do que o mercado tradicional.

2. Arbitragem de Bitcoin vale a pena?

As criptomoedas têm chamado a atenção de quem busca boas oportunidades de investimento. Em dezembro de 2017, por exemplo, o Bitcoin bateu diversos recordes consecutivos e chegou a ser negociado a R$ 70 mil. Neste contexto, a arbitragem de Bitcoin começou a se destacar como uma forma de gerar patrimônio.

A volatilidade do Bitcoin proporciona um cenário perfeito para junção de processos tecnológicos e financeiros inovadores, em uma estratégia para aumentar os lucros dos investidores. Basicamente, o lucro do investimento em Bitcoin se dá pela variação entre preço de compra e venda, também chamado de spread. Quem adquire barato e vende por um valor acima tem, na diferença, um lucro.

Para arbitrar Bitcoin, o investidor precisa analisar inúmeras exchanges (corretoras de criptomoedas), identificar as melhores oportunidades de negociação e realizar operações de compra e venda de Bitcoin nessas diferentes exchanges. Por exemplo, um investidor pode adquirir uma criptomoeda por um preço menor no Brasil e vender a mesma moeda nos Estados Unidos, por um preço maior.

Imagine que você identifica que na exchange A o Bitcoin está sendo negociado a R$ 15.000, enquanto que na exchange B ele está sendo negociado a R$ 15.900. Naturalmente, haverá uma grande pressão compradora na exchange A e uma pressão vendedora na exchange B.

As pressões terão como resultado o ajuste do preço e o fim da oportunidade de arbitragem. O processo é basicamente guiado pela dinâmica da relação entre a oferta e a demanda dos mercados. Quanto mais players identificarem a oportunidade de arbitragem de Bitcoin, mais rápido a oportunidade de arbitragem deixará de existir.

Em resumo, para lucrar com arbitragem,além de identificar oportunidades na diferença do preço do mesmo ativo, é também importante que essa brecha seja observada no começo para que as operações sejam realmente lucrativas. É interessante também observar que a arbitragem é uma operação praticamente sem riscos e com baixo nível de exposição.

2.1 Como os preços são formados no Bitcoin?

Diversos fatores influenciam a formação do preço do Bitcoin: taxas, volume de negociação, fuso horário, grau de liberdade econômica e regulamentação são alguns deles. Se você entrar agora em um comparador, como o BitValor, poderá constatar a diversidade dos preços – formado pela relação entre as forças compradoras e vendedoras.

Diferente das moedas fiduciárias, que são reguladas por políticas monetárias e cuja emissão é volátil e definida por Bancos Centrais, a emissão do Bitcoin é fixa e o preço do Bitcoin flutua livremente de acordo a soma das intenções de compradores e vendedores que estão distribuídos pelo mundo inteiro, sendo informados por inúmeros fatores.

Dessa forma, imaginar que um Bitcoin possa valer exatamente a mesma coisa em diferentes partes do mundo, é um contrasenso. É claro que os preços tendem a se ajustar e o preço do Bitcoin negociado no Brasil é relativamente parecido com o valor negociado em outras partes do mundo, mas ele nunca será exatamente o mesmo.

2.2 Arbitragem Internacional de Bitcoin

É comum que existam boas oportunidades de arbitragem em diferentes países que negociam a mesma ação, título ou ativo, tal como os BDRs (Brazilian Depositary Receipts). E o mercado de criptomoedas tem como vantagem, ser naturalmente internacional.

Nos momentos em que há grande variação cambial, a cotação do Bitcoin no mercado brasileiro pode não ser igual ao preço em dólar do Bitcoin, surgindo boas oportunidade de arbitragem internacional. Levando em conta que o Bitcoin costuma ter um preço mais barato no Brasil, as vezes é possível lucrar até 10% em apenas uma operação.

arbitragem de bitcoin

3. Por que a chance de Arbitragem existe?

Existe um pressuposto no mercado financeiro que é a eficiência do mercado. Se os mercados fossem completamente eficientes, não haveria diferença de preços de um mesmo ativo, mas não é isso que acontece na prática. Além da oferta e da demanda propriamente dita, existem outras variáveis que influenciam na formação ou na expectativa de formação do preço de um ativo.

A arbitragem funciona exatamente no sentido de ajustar o mercado, direcionando-o para o equilíbrio entre a oferta e a demanda do ativo. Caso exista uma diferença muito grande de preços, os arbitradores irão atuar neste mercado e o os preços do mesmo ativo tendem à conversão.

Ao mesmo tempo que a arbitragem é o processo de lucrar com a diferença de preço do mercado e sua ineficiência, ela também é responsável por equilibrar o mercado e ajudá-lo a encontrar um preço justo.

4. Modalidades de Arbitragem Financeira

Existem algumas modalidades de arbitragem financeira: direta-manual, direta-automatizada e long & short. Conheça um pouco mais sobre elas a seguir:

  • Arbitragem Financeira Direta Manual: nessa operação, uma pessoa irá comprar e vender o ativo em outro mercado, realizando a operação manualmente.
  • Arbitragem Financeira Direta Automatizada: a negociação direta automatizada, consiste em setar parâmetros em um robô de arbitragem que irá identificar automaticamente as oportunidades e realizar as operações de compra e venda.
  • Arbitragem Financeira Pairs-Trading (long & short): essa operação pode ser manual ou automatizada. A diferença entretanto, baseia-se em estar comprado (long) e vendido (short) ao mesmo tempo. Durante esta operação, os investidores ou robôs identificam as assimetrias de preços e atuam comprados (onde os ativos estão baratos) e vendidos (onde estiverem caros), ganhando a diferença dos preços das operações.

5. Por que preciso de uma Plataforma de Arbitragem?

Apesar de ser teoricamente simples, realizar arbitragens lucrativas envolve inúmeros cálculos e processos que precisam ser realizados com agilidade e destreza.

Para realizar uma operação de arbitragem, você precisa: conhecer o contexto político e econômico nacional e internacional, realizar inúmeros depósitos e saques simultâneos, acompanhar diversas cotações e as taxas das exchanges, considerar a velocidade da transação da rede no momento da operação, capital investido, liquidez do ativo e etc.

Desconsiderar qualquer um desses fatores pode levar a prejuízos. Lucrar com arbitragem exige agilidade e uma estratégia automatizada. No mercado financeiro tradicional, esse tipo de operação é quase que exclusivamente realizada por grandes investidores. Mas eles perderam a exclusividade.

O Atlas Quantum quer democratizar o acesso à geração de patrimônio por meio da arbitragem. Qualquer pessoa pode usufruir de todos os benefícios de uma complexa plataforma de arbitragem automatizada de Bitcoin. Entre no Atlas Quantum e comece seus investimentos.

6. Quais as vantagens da arbitragem automatizada de Bitcoins?

A maior vantagem de contar com a tecnologia para realizar arbitragem é a praticidade. Se, antes, os investidores precisavam ficar horas acompanhamento o mercado para setar as ordens, agora os algoritmos resolvem tudo. Utilizando uma plataforma automatizada, como o Atlas Quantum, sua única preocupação será como aproveitar o crescimento do seu saldo.

Outro ponto relevante é que a arbitragem automatizada de Bitcoins elimina a possibilidade de falha humana. Os parâmetros são definidos de maneira clara e objetiva, o que significa que não há chances de as emoções tomarem conta da decisão.

Para completar, investir em uma plataforma automatizada de arbitragem é uma forma de deixar seus Bitcoins trabalhando e mesmo em situações pouco atraentes do mercado, por exemplo em momento de queda na cotação da moeda. Enquanto houver diferença no preço e volatilidade, a plataforma continuará gerando lucros.

7. Como funciona a Plataforma de Arbitragem Atlas Quantum?

Investidores inexperientes ou que não querem ficar constantemente monitorando o preço dos ativos em inúmeras corretoras, podem lucrar com arbitragem de Bitcoin de forma simples e intuitiva utilizando o robô de arbitragem automatizada Atlas Quantum.

A plataforma de arbitragem do Atlas foi lançado em 2015 e desde março de 2017, o Atlas Quantum não teve nenhum dia no negativo. Além disso, o rendimento de 2018 foi de 62%. O objetivo do Atlas é proporcionar a democratização do acesso à geração de renda. Por isso, não há barreiras de entrada e é possível começar investir em arbitragem a partir de R$ 100 – uma prática normalmente restrita a grandes traders profissionais do mercado financeiro.

O algoritmo desenvolvido pelo Atlas Quantum monitora o preço do Bitcoin 24 horas por dia, todos os dias do ano, em inúmeras exchanges e automaticamente realiza operações de compra e venda quando encontra valores atrativos de spread e com bom potencial de lucro. Quando o lucro é realizado, ele é distribuído entre todos os investidores do Atlas.

 7.1 Como os lucros da arbitragem do Atlas são divididos?

O lucro obtido com a arbitragem é distribuído automaticamente entre os investidores do Atlas Quantum. O valor a ser repassado na arbitragem automatizada de Bitcoins depende do desempenho das operações realizadas e do investimento realizado. O repasse acontece diariamente, nas primeiras horas do dia, normalmente às 04h00.

Além disso, o rendimento é baseado em juros compostos. Caso o lucro acumulado tenha sido de 2%, seu patrimônio investido terá o aumento proporcional, mesmo que a criptomoeda tenha sofrido alguma queda durante o período. Os saques e depósitos também são feitos em Bitcoins e, dentro da plataforma, é possível converter o valor em dólar ou euro, dependendo do interesse do investidor.

 

8.Quais os riscos de investir na Plataforma de Arbitragem Atlas Quantum?

Investir em criptomoedas, assim como qualquer investimento em renda variável, contém riscos. Os investidores com perfil agressivo que buscam grandes lucros nunca tem certeza sobre qual será a rentabilidade de seus investimentos ou mesmo se ela se concretizará. Investir na Atlas Quantum tem seus riscos, assim como qualquer investimento de renda variável.

A arbitragem automatizada de Bitcoins não garante nenhum retorno e não há previsibilidade de rentabilidade. Inclusive, é sempre bom salientar, qualquer serviço que garanta rentabilidade, é uma pirâmide financeira que não se deve confiar. Além disso, momentos de estabilidade nos preços diminuem o spread e, dessa forma, levam a redução dos lucros das operações de arbitragem.

Uma boa plataforma de arbitragem terá um excelente histórico de ganhos, mas a rentabilidade do passado não significa a do futuro. Existem ainda outros riscos, principalmente relacionados ao mercado de criptomoedas. Alterações nas leis internacionais, criação de regras muito rígidas em certos mercados e roubos em exchanges são questões que também devem ser consideradas.

Buscando mitigar os riscos, Atlas implementa protocolos robustos de segurança. Os fundos sob questão do Atlas estão seguros por senhas multi-assinatura. A senha multi-assinatura é uma inovação muito interessante. Com ela, os fundos não podem ser movimentados ou acessados por apenas uma pessoa, mas também não é necessário que todos os assinantes estejam presentes para o acesso.

Além disso, os clientes podem adicionar “herdeiros”, que irão ter acesso aos fundos custodiados na plataforma, em caso de falecimento do proprietário da conta. E nossa segurança não para por aí, também temos fundos próprios a serem utilizados para amortização, caso ocorra algo nas corretora em que operamos.

Por fim, lembre-se sempre: invista apenas aquilo que pode perder, averigue o histórico da empresa e dos seus responsáveis legais e procure informações com clientes que já investem na empresa.

9. Quais as vantagens de fazer arbitragem com o Atlas Quantum?

A arbitragem automatizada de Bitcoins traz praticidade e um nível maior de segurança para os investidores. Além disso, investir com o Quantum tem outras vantagens:

  • Proteção de volatilidade, oferecemos a possibilidade do cliente ficar posicionado em dólar;
  • Diversificação de sua carteira de investimento;
  • Alta liquidez;
  • Distribuição de lucros diários
  • Sem barreira de entrada
  • Dá pra fazer diretamente da sua casa e não exige conhecimentos prévios;
  • Como as criptomoedas são consideradas um investimento de alto risco, utilizar uma plataforma de arbitragem automatizada é uma forma menos arriscada de estar posiciona em Bitcoin.

Quer saber como investir conosco? Acesse  Atlas Quantum e comece a lucrar.

Compartilhe